In altre lingue

As palavras inventadas: a brincadeira, o inesperado e o maravilhamento

Written by Alessandra Starace

As palavras inventadas: a brincadeira, o inesperado e o maravilhamento

Toda vez que pensava em como iniciar este artigo, um fotograma do célebre filme de Fellini de 1963, Oito e ½, aparecia diante de meus olhos. A cena é bem aquela em que uma mulher transcreve na lousa os pensamentos de Guido, o protagonista, capturados por um mago com o poder de ler a mente das pessoas.

No quadro negro, com letras garrafais, aparece a escrita ASA NISI MASA, um enigma que faz reaflorar na mente de Guido uma série de flashbacks relativos à sua infância.

Cada detalhe da cena contribui para recriar o ambiente do calor doméstico, desde o reconfortante dialeto da Emilia-Romagna aos banhos de banheira, das canções de ninar às palavras que as crianças, de modo quase propiciatório, repetem silabando: “ASA NINI MASA”.

Críticos e especialistas já fizeram estudos apaixonados sobre o significado desta palavra, chegando a elaborar diversas teses e interpretações. A mais aceita é aquela que sugere que a palavra não seja nada mais que o termo Anima [Alma] traduzido na “língua da serpente”, o equivalente italiano de nossa língua do P: A (SA) NI (SI) MA (SA)[i].

Indo um pouco além de uma investigação lexical, me interessa evidenciar o aspecto lúdico, o jogo de palavras que está na base da aprendizagem da língua, principalmente na primeira fase, quando cada som e ritmo encanta as crianças antes do próprio significado, e lhes desperta o interesse de transformar ou inventar novas palavras.

[…]

sull'autore

Alessandra Starace

Libraia e promotrice della lettura, biblioterapista , fondatrice di Tata Libro, blog dedicato alla letteratura per bambini e ragazzi. Ideatrice dei SEMInari, tavole rotonde per approfondire tematiche relative alla letteratura per l'infanzia.

Leave a Comment